Projeto Botão de Rosa

Grupo de Aprimoramento da Vida (GAV) tem por objetivo organizar trabalhos de desenvolvimento nas áreas da saúde e do conhecimento, tendo por princípios a saúde integral e a participação e o desenvolvimento comunitário e social.

A partir das experiências dos participantes do grupo, percebeu-se que o Reiki poderia ser uma ferramenta de benefício imediato na promoção da saúde integral de pessoas de uma comunidade, que carece de recursos e fontes de informação.

A técnica Reiki é um método simples e poderoso, que auxilia no tratamento de todos os desequilíbrios da pessoa através da imposição das mãos em diferentes locais do corpo. A pessoa iniciada em Reiki serve como uma espécie de “ponte” entre a energia de vida do universo e a pessoa que recebe, auxiliando-a na conexão com a energia universal, promovendo o processo natural da vida e, consequentemente, seu equilíbrio e bem estar nas áreas física, emocional, mental e espiritual.

Após estudo e análise da comunidade onde o GAV já estava iniciando sua inserção e onde sua sede seria estabelecida, chegou-se a conclusão de que o primeiro público beneficiado seria o da Escola Municipal de Ensino Fundamental Dep.

Marcírio Goulart, em especial os professores e funcionários, tendo em vista que estes convivem com um número significativo da população do bairro, desempenhando um importantíssimo papel como educadores e atores de mudança social. Além disso, acreditou-se, que sendo os professores e funcionários primeiramente beneficiados, a expansão para a comunidade se daria de forma natural e melhor aceita.

Uma das integrantes do GAV, Mestre em Reiki, percebeu a possibilidade de unir duas partes beneficiárias: os alunos iniciantes em Reiki, que teriam a oportunidade de praticar e a comunidade do Campo da Tuca.

Na terceira inserção do GAV na escola, no dia da Cidadania, o Reiki foi oferecido e bem aceito pela comunidade escolar.

Em agosto de 2013, o trabalho foi implantado na escola, sendo denominado Botão de Rosa, e foi ampliado para o atendimento dos alunos, primeiramente aos encaminhados pela coordenação pedagógica e posteriormente a todos que desejam.

O projeto, inicialmente piloto, tornou-se permanente com a participação de voluntários, apresentando ótimos resultados até a presente data.

A partir desta experiência bem sucedida em Porto Alegre, uma Mestre Reiki, também integrante do GAV, residente em Guaíba, propôs implantar um projeto piloto na Escola Estadual de Ensino Fundamental Itororó, denominado Botão de Rosa/Guaíba.

No contato com a direção da escola, esta se mostrou favorável ao projeto priorizando o atendimento de alunos encaminhados pela mesma, mas estando aberto a professores e funcionário.

O projeto piloto foi iniciado em agosto de 2018 com a participação de reikianos voluntários e será encerrado em novembro de 2018, quando será avaliado pelos voluntários e direção da escola.

Galeria: